Seu celular anda movimentado?

November 25, 2009 Leave a comment

De 11 a 15 de novembro, passou por Belo Horizonte o Vivo arte.mov, Festival Internacional de Arte em Mídias Móveis, mostrando um espaço para refletir e experimentar o novo universo da arte feita em mídias móveis. Nesse contexto de mobilidade física, geográfica e informacional, os telefones celulares têm grande destaque dentre as redes de comunicação digital. No art.mov, a importância dos celulares pôde ser vista no próprio patrocínio do evento pela Vivo e na mostra competitiva do evento, que reuniu 47 microfilmes produzidos com câmeras de pequeno porte (na grande maioria, câmeras de celulares). A telefonia móvel foi assunto recorrente no festival, em suas mostras, simpósios e exposições. Read more…

Advertisements

Pescou?

November 25, 2009 Leave a comment

O Vivo art.mov – Festival Internacional de Arte em Mídias Móveis – chega à sua quarta edição em 2009 seguindo o objetivo de explorar a utilização das mídias móveis como ferramentas de arte, experiência e informação. O festival conta com simpósios, exposições, workshops, mostras e performances audiovisuais.

Esse ano, o eixo central do art.mov é “Geografias Imaginárias”, na busca pelo entendimento dos novos espaços informacionais do mundo atual, da inserção e papel das mídias móveis nesse contexto. Com essa idéia de mobilidade, o art.mov também procura desdobramentos físicos, se expandindo em âmbito nacional, com programações em Belo Horizonte (11 a 15/11), Salvador (16 a 21/11), Belém (10 a 12/12) e Porto Alegre (11 a 13/12).

Uma das atrações do art.mov é a Mostra Competitiva, que reune microfilmes produzidos em câmeras de pequeno porte de realizadores de todo o Brasil. Em 2009, 47 trabalhos foram selecionados em cerca de 400 inscritos. A variedade dos formatos é grande, com microfilmes abstratos, humorísticos, narrativos, dentre outros. Os vencedores ganharam celulares com capacidade multimídia, e os primeiros lugares foram premiados também com quantias em dinheiro. O vencedor da votação online foi o vídeo “Get your fish!”, de Nayara Macedo e Giselle Galvão, e que você confere abaixo:

“Get your fish!” consiste em uma compilação de imagens do cineasta norte-americano David Lynch captadas durante sua passagem por Belo Horizonte. Os quadros são fragmentos da palestra realizada no auditório da reitoria da Universidade Federal de Minas Gerais no dia 6 de agosto de 2008.
____
Para saber mais sobre o art.mov entre em: http://www.artemov.net/

Favela on Blast: um panorama do funk carioca

November 22, 2009 Leave a comment


O filme Favela on Blast foi um dos destaques da mostra de cinema do Eletronika. Dirigido por Leandro HBL e DJ Diplo, o documentário mostra a cultura do funk carioca, com depoimentos daqueles que fizeram e fazem o funk no Rio de Janeiro. Favela on Blast é fruto de uma pesquisa iniciada em 2004, quando Leandro HBL percorreu diversas favelas da cidade em busca de entrevistas e vivências junto aos “funkeiros”.

Originalmente, o funk é um ritmo da música negra norte-americana desenvolvido nos anos 70 por artistas como James Brown. Com uma mistura de soul music, Read more…

Eletronika com k

November 22, 2009 Leave a comment

Em meio às incertezas da virada do milênio, surgia em 1999 a primeira edição do Eletronika, festival de novas tendências musicais. Desde então, o Eletronika se dedicou ao desafio de reunir perspectivas da música nacional e internacional em um único evento, em um espaço para novos artistas e diálogo com novas linguagens.

O festival acontece anualmente em Belo Horizonte, buscando locais que promovam a revitalização arquitetônica da cidade, como a Serraria Souza Pinto (1999), o Cine México (2000), a Casa do Conde de Santa Marinha (2001), Parque Municipal (2002), entre outros. Este ano, o Eletronika concentrou a maior parte de suas atividades no Espaço 104, galpão revitalizado no centro de BH. Segundo Pedro Gomide, produtor executivo do evento, “o Eletronika é um festival incrível, muito rico, que oferece ao público belo-horizontino uma variedade de programação e atrações que é difícil de encontrar na cidade.”

Black Drawing Chalks no Eletronika 2009

Na edição de 2009, que aconteceu no início de novembro, o Eletronika contou com um espaço para convivência e troca de informações animado por DJ’s, oficinas de áudio e vídeo, debates sobre o momento e o futuro da música e da tecnologia, além de mostra de documentários relacionados à música.

Nos palcos, aconteceram shows de importantes nomes do Brasil, França e Estados Unidos. Um dos eixos do festival esse ano foi o Ano da França no Brasil, com a apresentação de artistas de destaque no país europeu como Birdy Nam Nam, Rubin Steiner e Anorrak. A dupla Brasil-norte-americana N.A.S.A também esteve presente, assim como revelações da cena independente nacional como Copacabana Club e Black Drawing Chalks.

—————

Saiba mais sobre o Eletronika e leia o texto de Aluizer Malab em: http://www.festivaleletronika.com.br/about/

————–

Veja também quem compareceu ao evento: